Pep Guardiola - Manchester City FC

Accessibility links

Access other Manchester City products

Close

Continue to mcfc.co.uk

Continue to mcfc.co.uk

City on Guardiola:

Este catalão de 45 anos, vencedor de 22 títulos em sete anos como treinador do Barcelona e do Bayern de Munique, foi apresentado aos torcedores durante o evento Cityzens Weekend, em 3 de julho de 2016.

O treinador, que assinou um contrato de três anos com o City, falou com exclusividade, numa entrevista a Noel Gallagher, da CityTV, sobre suas esperanças para a próxima temporada.

Eis algumas de suas declarações:

“Não tenho nenhuma concepção prévia quanto a vir para a Inglaterra ou quanto ao futebol praticado na Premier League. Só desejo aprender o máximo que puder.

“Já tenho uma ideia de como vamos jogar, mas, quando cheguei à Alemanha para assumir o Bayern de Munique, eu também tinha algumas ideias sobre como a equipe iria jogar, mas tive de mudá-las na medida em que fui conhecendo melhor o clube.

“Sei o quanto é difícil jogar a Premier League, e algumas pessoas estão dizendo que na Inglaterra terei problemas para fazer com que meu time jogue o tipo de futebol com que me identifico. Então pensei comigo mesmo: ‘Por que não?’ É exatamente por isso que estou aqui. Porque eu quero tentar.

 “Temos que encontrar uma maneira de vencer. Quando vencermos uma partida, na semana seguinte vamos dizer: ‘Ok, vamos tentar jogar da mesma forma nesta semana’. E se vencermos novamente, vamos dizer: ‘Vamos fazer as mesmas coisas que nos permitiram ganhar dois últimos jogos’... E assim por diante.

“Tenho ouvido que será difícil fazer isso na Premier League, mas nós fizemos isso no Barcelona e no Bayern de Munique. Então as pessoas podem dizer: ‘Sim, mas eram o Barcelona e o Bayern, não será possível fazer isso na Inglaterra’. E eu digo apenas: ‘Ok, vamos tentar’.

Guardiola começou sua carreira como técnico no time B do Barcelona em 2007, antes de assumir o time principal um ano depois.

Falando dos jovens e das categorias de base do City, Guardiola diz que todo mundo vai começar com uma página em branco e cabe aos jogadores demonstrar seu desejo de vencer no clube e seu compromisso com o trabalho desde o primeiro dia.

Em suas palavras: “Como técnico, eu tive a melhor formação do mundo em Barcelona e, quando cheguei ao time principal, já conhecia jogadores como Pedro e Busquets e me firmei rapidamente. Se um jovem jogador tiver talento e me mostrar que tem a paixão necessária para ser bem-sucedido no mundo do futebol, comigo ele estará em boas mãos. Tudo depende de sua qualidade e de sua paixão.”

 

Este sítio utiliza cookies. Ao clicar aceitar está a dar permissão ao nosso uso de cookies.

Permitir